Apresentações

javier

Javier del Olmo – Circular de Dibujos

Performance – Intervenção Audiovisual

24/6, às 11:30h /  Ver-o-Peso (próximo ao solar da beira),  e

25/6, a partir das 19:30h / Fachada do MEP

O projeto busca gerar diálogo e relações com os espectadores transeuntes a partir do desenho. Numa primeira abordagem ao território busco conhecer as pessoas trocando desenhos . Quando as pessoas desenham, dizem que elas não dizem, aparecem desejos , sonhos, medos. Criando assim uma ligação íntima e emocional , muitas vezes a palavra dita tende a esconder.

Em seguida, os desenhos recebidos são projetados por espelhos , com a luz solar ou à luz artificial, continuado o diálogo com as pessoas, refletindo agora os seus próprios desenhos, junto com suas inquietudes, experiências e desejos. Quem desenhou é convidados a participar , juntamente com o resto dos espectadores.

Caio Fazolin

Caio Fazolin – Espectro

(em colaboração com ASSSOCIAÇÃO FOTOATIVA)

Vídeo Mapping 

25/6, à partir das 19:30h / Fachada do MEP

 

espectro. substantivo masculino

  1. suposta aparição de um defunto, incorpórea, mas com sua aparência; fantasma.
  2. evocação obsedante.
  3. coisa vazia, falsa; ilusão.
  4. fís gráfico, registro fotográfico ou visual de uma distribuição de quantidades observáveis ou propriedades dispostas segundo sua magnitude.
  5. ext. fís a expressão funcional dessa distribuição.
  6. med conjunto dos microrganismos patogênicos contra os quais um antibiótico é ativo.

Origem

⊙ ETIM lat. spectrum,i ‘aparência, visão, fantasma etc.’

 

1uana1

Uaná System

 Audio Visual ao Vivo

25/6, à partir das 19:30h/ Praça Dom Pedro II

Eles levam para a pista de dança uma viagem audiovisual tropical delirante, repleta de psicodelia e groove, onde a tradição de ritmos amazonicos é fundida com a energia das estruturas rítmicas presente nos sound systems das  periferias ao redor do mundo.

geometri2as

Astronauta Mecanico_Sólidos Platônicos [Água]

Audio Visual ao Vivo

Capítulo 1: O rio.
Uma palavra mágica para conjugar a eternidade.

 25/6, a partir das 19:30h / Fachada do Instituto Histórico e Geográfico do Pará

 

sequeira1

Alexandre  Sequeira – Vida Estampada

Instalação / Projeção

25/6, a partir das 19:30h / Fachada do Instituto Histórico e Geográfico do Pará

 

 

10593230_685572218189406_5387901113362009108_n

Mirai – Chegô

Video Mapping + Dança + Apresentaçao Musical

25/6, a partir das 19:30h / Praça Dom Pedro II

 

A companhia de dança Mirai abre a sua participação com as raízes no povo oprimido e em seus desafios, levando para cena uma reflexão acerca da cultura de rua/periférica e os elementos nela presentes, como etnia, classes sociais, além de questões de gênero, feministas e todo o preconceito que permeia o pensamento de nossa sociedade atual; O corpo se torna manifesto em “Chegô!”.

 

tqss2 crew

Pelé do Manifesto + TQSS Crew 

Video Mapping + apresentação musical + dança

25/6, a partir das 19:30h/ Praça Dom Pedro II

Pelé Do Manifesto rapper oriundo do bairro da cremação, ingressou no movimento hip hop em 2009 mas já escrevia suas poesias desde 2006, filho das batalhas de Mc e amante do underground ficou conhecido no Brasil através da música “sou neguinho” sua principal canção, em 2014 lançou seu primeiro EP denominado Gambiarra Periférica, em 2015 gravou uma música com um MC Paulista chamado Nocivo Shomon além de participar de alguns eventos de grande nome em São Paulo e de Brasília, aos poucos vem se consolidando no rap nacional e sendo um dos mais expoentes no seguimento rap da região norte. No Festival Amazônia Mapping 2016 ele convida TQSS Crew pra somar no verso.